Comentários do editor: Nintendo World #131 nas bancas!

Nintendo World #131

Nossa faz tempo que não atualizo o blog, mas a vida anda corrida ultimamente.

Só para atualizar o que anda acontecendo na minha vida.

Resolvi retornar para as aulas de língua japonesa. Não porque não sei falar, mas porque não quero esquecer. Conversar com pessoas que não conheço sem o devido treinamento pode ser bem ruim.

Zerei as minhas dívidas este mês e o que fiz? Comprei uma tv de lcd 42 polegadas que não cabe no meu quarto. Acho que é a maior tv que já comprei na minha vida, mas valeu a pena. Só para você ter uma ideia a última tv que eu tive tinha 22 polegadas. Acho que esse foi um presente de aniversário para mim mesmo. Mês que vem faço 31 anos. Vixe! Enfim, fazia bastante tempo que namorava uma tv dessas. Então, não estou arrependido nem um pouco.

Bom, mas vamos falar da revista! A Nintendo World deste mês deu um trabalhão para fazer! Como dizem que fevereiro é um mês fraco, então eu fiz questão de “temperar” mais essa edição com entrevistas e matérias bacanas. Cada edição anda ficando mais bonita que a outra, os artworks ficam geniais e o conteúdo me agrada muito. Acho que a cada edição avançamos para o formato ideal de revista que eu gostaria de ler nas bancas.

Interessante notar que no começo a galera torceu um pouco o nariz com o fato de eu ter quebrado os padrões da edição. Resolvi colocar um box de nota nas matérias de destaque e agora todo mundo joga tudo. A gente simplesmente não faz matéria sem experimentar o game antes.

Fora isso para “compensar” o nosso detonado de Zelda em duas partes tem uma entrevista com Eiji Aonuma, produtor e diretor dos games The Legend of Zelda atuais. Essa entrevista em especial me deu muito orgulho de fazer. Criei algumas perguntas e sem cerimônia nenhuma perguntei a alguns amigos como o Pablo Miyazawa o que ele gostaria de perguntar a este cara tão importante. As respostas tão lá na edição #131.

Fora isso tem um papo com o produtor de Tatsunoko Vs. Capcom e com o Suda 51 de No More Heroes. Esses dois também renderam um bom papo cheio de perguntas interessantes. Sempre que eu vou fazer uma entrevista ou peço para a galera da redação criar as perguntas, sempre digo: “perguntem coisas que um brasileiro perguntaria! Perguntem coisas que estão fora do normal porque é isso que faz a diferença”!

Nesta edição me deu muita satisfação editar os destaques do mês: Tatsunoko VS. Capcom, No More Heroes 2 e Glory of Heracles. Ficaram matérias interessantes e bem bonitas visualmente. Já que vamos falar sobre alguma coisa porque não falar bem, não é mesmo?

Outra coisa que ando falando tanto é da sinergia web+revista. No geral, frequentar a web é muito mais fácil e rápido para o leitor do que ir a banca e comprar uma revista. É por isso que cada edição precisa ter uma sinergia com a web, isso sem falar que cada edição tem que ser referência mesmo. Pro leitor ir até a banca e pagar seus R$8,90 na nossa revista ela tem que ser bonita e trazer algo que você não encontra fácil na rede por aí. E estamos tentando fazer isso.

A #132 tá no forno! Espero que seja tão boa quanto a #131 e assim por diante.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s