Quer escrever bem? Leia um bom livro!

Não jogue chiclete na plataforma!

Semana passada estava editando um texto para a próxima NW e a Flavia Gasi que é conselheira editorial das revistas da Tambor deu uma olhada na tela do meu computador. Enquanto analisávamos o texto de um dos nossos colaboradores, ela ia dando umas dicas de coisas que ela fazia para escrever bem. Uma delas ficou na minha cabeça: “Quer escrever bem? Então, leia bons livros!”

Realmente, todos os livros de Machado de Assis, Fernando Pessoa, José Saramago e Clarice Lispector que eu li formaram a base do que eu sei da língua portuguesa. A grande maioria dos autores de língua portuguesa clássicos aprenderam a “brincar” com o nosso idioma. E isso é algo que mesmo, nós jornalistas culturais temos o dever de aprender.

Pensando que muito do que aprendemos é feito por associação, ler a gramática além de chato não nos fará aprender nada, mas talvez ler um bom livro em português ajude.

Eu escrevo sobre games, mas ficar sempre mergulhado dentro deste universo não vai me fazer ter boas ideias para melhora-lo. Não quero ser uma pessoa limitada, como funcionário e como ser humano precisamos evoluir sempre.

Outra coisa que a Flavia falou foi para pegar mais firme como editor-chefe. “Se as pessoas não escrevem bem, diga a VERDADE! Se você sempre conserta o que eles fazem esses caras nunca vão se tocar que precisam melhorar”. Sim, tem razão!

Ela me disse uma vez que foi entregar um texto para um editor e o cara respondeu assim: “Se você não consertar essa porcaria de texto eu não publico e também não te pago”!

O esporro fez com que ela fosse para casa repensar tudo que havia escrito. Editores são assim mesmo e sinto que cada vez mais me torno um deles. Uma vez por mês sofro de estresse! Sim, o fechamento da revista é a época menstrual de todo editor. Ficamos irritados, desbocados e inconformados com a incompetência e falta de respeito alheia. MAS, depois passa e estamos prontos para outra.

Estou pensando em ler alguns livros sobre marketing. Quero aprender um pouco mais sobre o business em que trabalho para tentar fazer a empresa crescer mais.

Eu estou muito feliz com o rumo que este mercado de games está tomando. Quando ele crescer, eu quero estar em uma boa posição para continuar trabalhando com isso.

Alguns textos indicados pela chefia:

Dicas para ser jornalista cultural.
http://andreforastieri.com.br/?p=120

Como escrever:
http://andreforastieri.com.br/?p=120

As regras de ouro de Orwell e um enrolol do qual me orgulho um pouco:
http://andreforastieri.com.br/?cat=28

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. Hahaha! Imagino quantos xingamentos foram ditos em fechamentos de revistas…haha!
    Ótimo conselho, Renato! Só o fato das pessoas poderem escrever em blogs e chamarem a atenção dessa forma, não os fazem bons escritores e/ou jornalistas.

    Grande abraço!

    Curtir

    1. Quero ver quem descobre o erro no comentário acima. 😉

      Curtir

  2. ped5j disse:

    seus xato

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s