Trabalhando como intérprete na Brasil Game Show 2018

Essa foi uma das fotos de nossa apresentação no palco do PlayStation na BGS 2018

A semana de Brasil Game Show 2018 foi a mais insana, cansativa e incrível que já tive. E tudo começou semanas antes quando fui chamado para acompanhar o produtor de Resident Evil 2, Yoshiaki Hirabayashi que viria ao Brasil para falar sobre a versão reimaginada do game, que sairá no dia 25 de janeiro de 2019.

Foram 6 dias intensos que começaram com a chegada dos produtores no aeroporto e terminaram no último dia com a despedida no mesmo local. A Capcom Brasil separou três equipe distintas. A equipe Street Fighter que andaria com o Yoshinori Ono, a equipe Devil May Cry 5 com Michiteru Okabe e a equipe Resident Evil 2 com o Hirabayashi-san. Cada equipe era composta por um membro da empresa e um intérprete e cada uma tinha atividades distintas, mas com acompanhamento completo.

Todas as vezes que ele descia para o estande era uma festa.

Entre idas e vindas, tivemos muitas conversas e aprendi muito de como é fazer parte do desenvolvimento de um projeto tão grande quanto este.

Entre as atividades, nós apresentamos o game duas vezes no estande da Sony, fizemos entrevistas, conversamos com os fãs brasileiros da franquia e o Hirabayashi-san deu muuuuitos autógrafos. Em alguns momentos ele pediu para descer até o estande e ver se as pessoas estavam se divertindo com o jogo.

H-san fotografando o estande onde o pessoal jogava

Ele estava sempre um pouco envergonhado por toda a atenção que tinha porque queria dividir isso tudo com toda a equipe que trabalhou no desenvolvimento do título. Filmou e fotografou várias coisas para mostrar a eles na volta.

Mesmo cansado, ele fez questão de separar um tempinho para o máximo de pessoas que queriam falar com ele, pedir uma foto e etc. E eu sempre na cola. Perguntou várias coisas sobre o Brasil e tirou dúvidas sobre mercado de jogos local. O que é sempre importante em viagens como esta.

Ele nunca se cansava ou se nega a dar autógrafos ou ter contato com os fãs

Como essa foi minha primeira experiência como intérprete “fulltime” sei de verdade que ainda tenho muito a aprender. Traduzir é uma coisa. Versar é outra. Fazer os dois ao mesmo tempo, na velocidade de uma conversa, sem esquecer palavras ou perder o sentido, é um terceiro e enorme desafio. E no caso deste visitante ilustre, tudo tinha que ser sempre muito claro e sem falsas interpretações. Passar por isso me deu mais motivação sobre o idioma.

Durante todo este tempo já trabalhei como jornalista, fiz marketing de conteúdo, fui gerente de comunidade, assessoria de imprensa e intérprete, tudo na área de games.

E isso quase me dá uma visão 360 graus de como este mercado funciona e eu adoro muito isso. É um enorme privilégio.

A reunião com alguns fãs foi uma oportunidade incrível de ambos os lados

O último encontro com os fãs aconteceu de forma inédita como uma conversa com alguns representantes da comunidade durante um café da manhã que também contou com à presença do Okabe-san que além de Devil May Cry 5 também desenvolveu games como Resident Evil Revelations 2 e Operation Raccon City. O papo rendeu curiosidades de ambos os lados, e esse foi o tipo de troca de informações entre fã e produtor que acontece raramente no meio. Me senti muito feliz por ter feito parte disso.

O café começou timidamente com os dois lados meio envergonhados de estar ali. De um lado fãs empolgados com a oportunidade e do outro um produtor se perguntando como transformar aquilo numa manhã legal. E o papo começou como brincadeira e terminou com uma troca de informações muito importante para o público brasileiro.

Como acompanhei e traduzi todas as entrevistas, sei de tudo o que foi (e podia) ser dito em relação ao jogo, ao mesmo tempo que entendi quando ele quis dar pistas do que aconteceria em relação ao jogo para o público. Foram pequenos drops de informação que se juntas formam a base para o que eu, particularmente, acho que vai ser um jogaço.

Depois do encontro inusitado com o MF estou por um DLC da Jill Barbada no futuro hahah

Desculpem-me pelo merchan gratuito, mas de tudo o que pude ver e do que posso dizer claramente é que Resident Evil 2 está incrível e até seu lançamento ainda vão aparecer muitas novidades para os novos e o velhos fãs da franquia. Sério! Separa aquele trocado para reviver a história do Leon e da Claire com um nível de perspectiva e realismo muito bacana.

Agradecimentos a Capcom Brasil, Fabão, Trancas, Jean, H-san, Okabe-san, Ono-san, Muça, Naoko e toda a turma da gozola (risos) pela semana incrível!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s