naacademia

Dicas nerds para perder peso (ou para ter uma vida + saudável!)

naacademia

Eu já estava pensando em como escrever esse post há algum tempo. Estamos em 2015 e desde 2012 que penso em emagrecer, com a diferença de que antes fazia um esforço enorme pra isso, obtinha alguns resultados e depois desistia. E quando isso acontecia engordava tudo de novo.

Voltando a ser gordo, além de ficar com um sentimento de culpa enorme ainda achava que nunca conseguiria perder peso de forma realmente objetiva e de longo prazo. Como boa parte das pessoas eu colocava a culpa no metabolismo: “O meu é mais lento pra perder e mais fácil pra ganhar. Não tem como mudar isso!” pensava.

Só que teve uma coisa que ganhei no tempo em que fiquei nesse efeito sanfona: conhecimento. Já medi calorias, já tomei vitaminas, já li um monte de livros, vi filmes, testei teorias, corri em tudo quanto foi esteira e até puxei ferro aos montes.

E só me arrependo de não ter descoberto antes o que sei hoje porque foi com isso que veio a resposta do que precisava fazer.

As regras do emagrecimento não mudam: faça exercícios diariamente, alimente seu corpo de nutrientes, corte porcarias e perca mais calorias do que consome, pronto. Com certeza vai perder peso.

Faça jejum, fique doente e não coma: vai perder peso. Só que essa perda radical só vai durar até o momento em que você se descontrolar e ganhar tudo de volta.

Pode parecer idiotice o que vou dizer, mas é fácil emagrecer. O difícil é fazer isso com saúde e se reeducando para conseguir manter.

Enfim, a minha ideia não é ser mais um daqueles gurus fitness que tem por aí. Não quero ser monstrão, só quero estar feliz com o que eu sou. Só isso.

Por isso ao começar a levar a sério essa história de mudar, reuni todas as informações que tinha e fui atrás de mais com duas médicas: uma endocrinologista e uma nutricionista. Bom, falo um pouco disso neste post aqui.

A ideia nunca foi seguir nenhum método nem me proibir de comer o que gosto, mas sim descobrir como equilibrar tudo para que meu corpo se sentisse saciado.

Como não era um atleta e precisava mudar eu criei algumas regras e brincadeiras para mim. E elas funcionaram, por isso queria compartilha-las com vocês. Não sei se vai adiantar porque cada caso é um caso, mas se você achar isso divertido, então pode tentar e também criar seus próprios desafios.


Esse vídeo é de 2012, quando eu ainda não sabia o que fazer pra perder peso, mas tava descobrindo…

Informação é a sua melhor arma!

Saber o que o seu corpo precisa e do que ele sente falta é importante. Saber do que são compostos os alimentos e acima de tudo ter consciência de quando está enfiando o pé na jaca é fundamental.

Uma das coisas que aprendi tentando emagrecer é que quanto mais saudável for o alimento, melhor ele será para o seu corpo. Po, mas isso é óbvio, certo?

Sabendo disso comecei a evitar alimentos processados. Alimentos processados além de muito açucar e sal são cheios de conservantes. Por exemplo, um pacotinho de miojo tem 440 calorias e pouco valor nutricional. Uma porção bacana de macarronada com molho a bolonhesa tem metade dessas calorias e mais nutrientes. Fica melhor ainda se você se desafiar a comer o macarrão integral que tem fibras que ajudam na digestão.

Quando você toma um suco de caixinha, ele tem quase tanto açucar pra conservar quanto uma Coca-Cola. O mais interessante é que como eles não podem rotular o líquido de suco já que não é suco, a indústria adotou a palavra “néctar”. Então cuidado quando comprar um “néctar de laranja” e não um suco de laranja. Melhor tomar sempre o natural.

Veja bem, nunca me pediram pra parar de comer ou beber, só pra saber o que estou colocando para dentro.

Tem uma série imensa de informações na internet sobre alimentação e mais um monte de documentários no Netflix (Fat, Sick & Nearly Dead é um deles). Assista-os. Particularmente um livro que me ajudou a dar os primeiros passos foi “O Método Gabriel” (vídeo abaixo) cujo autor tinha obesidade mórbida e após mudar sua alimentação chegou ao peso ideal sem nenhuma dieta radical e não ficou flácido e pelancudo.

Para ajuda-lo a saber o que está comendo ainda existem diversos aplicativos, basta ter saco para preenche-los como “My Fitness Pal” do iOS ou “Fat Secret” do iOS e Android. Neles você preenche o quanto pesa, o quanto quer pesar e tudo o que está comendo. Ele mede seu IMC (Índice de Massa Corpórea) e dá o número de calorias que é necessário se consumir para emagrecer. É muito bom no começo porque alguns lhe dão o número de proteínas e vitaminas, além de contar quantos passos fez no dia. Eventualmente você pode enjoar de fazer isso, mas vai aprender de forma rápida quais são os bons alimentos para se consumir e ainda vai comer coisas que gostaria sem culpa e em uma quantidade adequada.

Bom, mas a única regra radical que criei para mim foi a de não tomar refrigerante em casa. Antes havia uma garrafa de 2L todo dia e hoje não há nada, por isso se saio para uma festa ou vou jantar e lá só tem refri, bebo sem culpa. Refrigerante é uma droga tão viciante quanto o crack ou o cigarro porque aprendemos a consumi-la desde crianças e sei que fica difícil simplesmente abandonar, mas é algo que é preciso fazer. E não se engane, chá Lipton é delicioso, mas tem as mesmas calorias e açucar. Melhor fazer chá em casa mesmo.

FoodDevil

Comida é comida

Esse ensinamento é básico. Comida é comida, só que algumas são mais saudáveis do que outras.

Nossos antepassados tiveram que caçar para comer, por isso era um pouco mais difícil se alimentar bem sempre, então era importante comer coisas nutritivas sem saber quando iriam se alimentar novamente.

Hoje somos bombardeados por alimentos o tempo inteiro. O TEMPO INTEIRO! Basta entrar em qualquer ambiente e perceber o número de escolhas que nosso cérebro faz instintivamente, algumas delas vão ser sempre comida.  Não há falta, mas excesso de alimentos, o que falta mesmo são os nutrientes. Uma das maneiras de aprender a lidar com isso é tirar o “não posso” ou “não devo” da sua vida e aprender a escolher de forma benéfica coisas nutritivas e saber quando está saciado deixando de comer simplesmente por gula. O “não” te impede de ir pra frente, de evoluir e você quer ir pra frente sempre, certo?

É preciso acostumar-se a ver a comida como um alimento e não como um prêmio por alguma coisa que fez ou que aconteceu a você. Ao olhar dentro de uma geladeira de sorvete em uma padaria o que você pensa? “Será que mereço um sorvete?” ou “O que será que tem de bom aqui?”. Já se fez essa pergunta?

Você quer ter doces em casa porque ama? Faça isso. Só que não deixe a comida menos saudável logo a seu alcance como sendo a primeira coisa que você encontra e aprenda a ver frutas e vegetais como coisas que fazem bem para o seu corpo e não como uma punição dos infernos. Estes sim são os alimentos que vão te ajudar.

“Um conselho: sofra menos e saboreie mais. A razão fará o resto. Não soa tão sexy como o último conselho de uma diva do pop, mas, ao menos, funciona.”


wiifitu

Abuse de jogos e brincadeiras

No começo da minha jornada, como bom jogador de videogame, eu usava tudo a minha volta. E descobri nos games de movimento uma forma de fazer exercícios me divertindo e isso acabava compensando o cansaço com brincadeiras.

justdanceQuase todos os games que utilizam o Kinect, a câmera que detecta os movimentos, no Xbox 360 te obrigam a fazer exercícios. E tem um volume bacana de títulos. Menção especial aos jogos de dança: Dance Central e Just Dance que são muito divertidos. Já o Your Shape e Kinect Training são feitos para você se exercitar mesmo, então é melhor usa-los quando já estiver no pique.

Agora o que mais me ajudou mesmo foi o Wii Fit U. Além de vir com uma balança que mede o seu peso e o seu progresso o jogo ainda tinha um “contador de passos”. Eu andava o dia todo com esse contador na cintura e no final do dia mandava essa informação para o videogame que me dizia o quanto eu tinha feito com relações malucas e engraçadas do tipo: “Sabia que esta semana você subiu em uma linha reta até o topo do Burj Khalifa, um dos maiores edifícios do mundo e que fica em Dubai?”. Se não me engano parei quando ele fazia o meu trajeto andando até a lua (e já tava quase na metade do caminho!).

wii-fit-u-fit-meter
No Japão o contador de passos se chama Manpokei (万歩計) que significa “Relógio de 10 mil passos”. Ou seja, para ter uma vida saudável é preciso andar 10 mil passos por dia. Demorei um pouco para pegar o ritmo, mas depois comecei a fazer isso todos os dias me forçando a subir escadas ao invés de pegar a escada rolante ou ir de elevador.

zombielandcardio
Atualmente estou testando um aplicativo de celular chamado “Zombies! Run” (iOS e Android) que lhe conta uma história enquanto você corre na esteira ou ao ar livre. Como um dos poucos sobreviventes de um apocalipse zumbi é necessário cumprir missões correndo. Isso me lembra Zombieland!

O celular se encarrega de contar os seus passos (é melhor deixa-lo no bolso ou preso ao seu braço!) e diz se completou ou não a missão fugindo dos comedores de carne.


Faça o seu ritmo! Vá devagar!

Essa dica é básica e verdadeira. Vai com calma! Dê um passo de cada vez. Você vê aquela pessoa mais esforçada na academia e já quer logo acelerar. Não faça isso porque corre o risco de ficar de saco cheio logo. Isso sem falar que pode ter problemas de saúde, desmaiar, ter distensões e tal. Aí é que não vai querer ir mesmo.
É importante ultrapassar seus próprios limites, mas isso você vai conseguir ao poucos e vai se orgulhar de cada novo passo. É um longo processo e vai precisar mesmo de tempo para evolui-lo.

gordoemagro
Breguíssima foto de antes e depois!

Não se pese toda hora e tire muitas fotos

Se pese apenas uma vez por semana! Se você for uma pessoa super ansiosa pode ficar triste ao ver que o número não baixou apesar dos seus incríveis e absolutos esforços. Nada de paranóia! Deixe para se pesar oficialmente apenas um dia, de preferência na mesma balança, sem roupas e de manhã depois do xixi. Pronto, você vai saber exatamente o quanto está pesando sem firulas.

E se já perdeu muito peso, mas agora por mais que malhe infinitamente não perde mais nada, não se desespere. Faça o seguinte, troque a balança por uma fita métrica e um adipômetro, pois você pode estar perdendo medidas e gordura, mas ganhando massa muscular. E músculo pesa, além de ocupar menos espaço.

Os músculos são aliados na mudança do seu metabolismo. Nunca esqueça disso. Apesar dos exercícios aeróbicos te ajudarem a perder gordura são os músculos que vão ajudar a processa-la e a sustentar seu corpo, por isso não esqueça os pesos.

Eu tenho uma amiga magrinha e linda que descobriu que tem pouquíssima massa muscular de maneira que está sujeita a ter os mesmos problemas de saúde que um obeso mórbido. É louco isso não? Mas existe: é a falsa magra. E no caso dela não é só comer que resolve. Ela precisa construir uns músculos urgentemente.

Não se esqueça de tirar fotos da sua evolução! Os marombas, como eu chamo os caras cheios de músculos que treinam de camisa polo e boné, se amam! Na academia tem um espelho e não é a toa, é pra você se ver toda hora mesmo. Ir lá e dar beijinho no Bíceps. E tá lá pra você notar a evolução!

Só que tem gente que não consegue ver e é para isso que as breguíssimas fotos de “antes e depois” servem! Descobrir que está evoluindo só vai deixa-lo animado para continuar e isso é o mais importante. Mais importante do que qualquer coisa.

Essa foto é minha! Mandei no snap outro dia
Essa foto é minha! Mandei no snap outro dia

Se você se lembra que tem barriga bote ela pra dentro!

Eu ouvi isso de uma pessoa outro dia. E comecei a fazer de verdade. A gente anda pra lá e pra cá e dificilmente percebe a pança. Se fizer isso, respire fundo e bote ela pra dentro. É brincadeira, mas te faz forçar a barriga pra dentro e te dá consciência do que precisa fazer.

Além disso você pode massagear a sua barriga pra tentar limar a gordura subcutânea, aquela gordura que fica entre os músculos abdominais e a barriga para ajudar a queima-la. Tem um monte de tutoriais sobre isso no youtube e por incrível que pareça funciona e te faz economizar uma grana.

Forçar os limites da minha paciência indo para a academia (um lugar que odiava!) só me fez ter vontade de praticar outros esportes. Comprei uma bike e ando por aí de vez em quando. To pensando em começar a jogar basquete porque curto um anime de basquete (falo dele neste post!).

Atualmente estou me esforçando para ganhar mais massa muscular levantando pesos e fazendo repetições até chegar no que os treinadores chamam de falha concêntrica que é quando o corpo não permite mais que se levante o peso. Veja bem, isso não é forçar até se machucar, mas sim ir até o limite do que é possível. Estou fazendo a tal da suplementação pelo segundo mês consecutivo tomando Whey Protein e Creatina. Não sei o quanto isso vai me ajudar, mas quando descobrir aviso.

Ah, no post anterior eu disse que me inspirei no ator Chris Pratt para perder peso, pois ele tinha 36 anos e 136 kg quando começou a fazer o que estou fazendo. E ele fez tudo em seis meses. Eu já estou há 8 e falta coisa pra caramba ainda… Enfim, mas o que queria dizer é que encontrei na net o treinamento do Chris Evans (o ator que interpreta o Capitão América). Se quiser saber o que ele fez pra ficar cheio de músculos pros filmes clique aqui (em inglês). O site tem até umas planilhas que você pode imprimir para fazer. Ah, antes que alguém pergunte: eu não estou fazendo! Acredito que cada um tem o seu jeito de fazer as coisas e é isso que torna mais interessante e divertido, mas o treino é uma inspiração com certeza.

*Obs: antes que alguém venha aqui reclamar das fotos sem camisa ou perguntar se eu não tenho vergonha na cara, quero dizer que depois de ralar loucamente não tenho medo de mostrar como estou mesmo. Aliás, eu tinha muita vergonha de mim, mas agora não tenho mais. Aliás quero acreditar que aquele gordo lá em cima foi um eu que espero que não volte nunca mais.

homenstrabalhando

Meu peso em junho de 2013 era de 123 kg e o meu peso atual é de 97 kg. Tinha 122,5 cm de quadril e agora tenho 110 cm. Tinha os mesmos 122,5 cm de cintura e hoje estou com 100 cm. A porcentagem de gordura anterior era de 33,1% e atualmente está em 27,1%, uma perda total de 12,1 kg de gordura. Foram 26 kg perdidos até agora. Ah, eu tenho 1,72 m de altura.

3 opiniões sobre “Dicas nerds para perder peso (ou para ter uma vida + saudável!)”

  1. Fala, Penpas!

    Eu também estou nessa luta, meu velho! Comecei há 2 meses com 124,5kg (cheguei a ter 128 há 1 ano e meio, e neste momento já perdi 5kg e 5cm de cintura. A linha é exatamente essa, reeducação alimentar e atividade física.

    Minha meta é baixar os 3 dígitos até dezembro, então vou continuar aqui, motivado, agora tendo você também como um exemplo a seguir!

    Obrigado por compartilhar sua experiência, cara!

    Abração!

    Leo

    Curtido por 1 pessoa

    1. Poxa, Léo fico feliz de vc ter entrado nessas também! Cara, quando eu estava com 123kg comecei a ficar triste pensando que com 40 ou 45 anos poderia estar com 140 ou 150 kg. Se fosse assim meus problemas de saúde seriam muito maiores. E junta com o psicológico, então a tendência é sempre piorar.
      Ainda dá tempo de impedir que isso aconteça! Por isso comecei. Fico grato de servir de inspiração pra ti q é um cara q considero muito. Vamos nessa!

      Curtir

  2. Tá ligado que vc é meu role model, né *.* ?
    Sempre tive facilidade pra largar certos vícios, então cortei refrigerante de tudo. Literalmente, tudo. Não sofro, nem morro por isso. Sempre prefiro suco natural mesmo ou, na ausência desse no cardápio, água (dica de uma nutricionista que ajudou minha noiva: ela sempre falava pra se tomar água quando batesse aquela “fome pós-novela”, que sempre me fazia pegar cacarecos como biscoito de polvilho ou um chocolatinho à noite, antes de dormir. Só que eu fazia isso toda noite, né? Ajudou pacas.
    Meu peso raramente oscila: tenho 1.90 de altura e peso uns 110kg. O que me fode é a medida – barriga sempre cresce, e quase nunca volta. Mas a receita pra isso é exercício, algo que não tô conseguindo fazer por enquanto. Já mapeei todas as academias de onde tô indo morar, quando fechar a mudança, eu já quero ter um plano assinado – estou priorizando o combo musculação + lutas. Ah, cortei café e bolacha de água e sal no trabalho (eu catava tipo umas 6 por mãozada no pote…e ia reabastecer de 10 em 10 minutos…).

    Força aí, cara. Quero ser que nem vc quando eu crescer…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s